Sociólogo que comparou Bolsonaro a 'pequi roído' foi acionado na PF por ministro
Reprodução/redes sociais
Sociólogo que comparou Bolsonaro a 'pequi roído' foi acionado na PF por ministro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, acionouPolícia Federal para que um inquérito fosse aberto contra um sociólogo e um empresário por conta de duas placas de outdoor , expostas na cidade de Palmas-TO, com críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

Em uma placa havia a frase "cabra à toa, não vale um pequi roído. Palmas quer impeachment já", e na outra "Aí mente! Vaza Bolsonaro , o Tocantins quer paz".

A Divisão de Contrainteligência Policial, considerado um dos mais influentes da direção-geral da Polícia Federal em Brasília, recebeu um pedido de inquérito do ministro André Mendonça no início de janeiro.


De acordo com o Edy César Passos, sociólogo, a ideia surgiu como um contraponto , pois também exitem placas de outdoor na cidade com mensagens de apoio a Bolsonaro. O custo das placas foi de R$2,3 mil e foi realizado através de uma vaquinha online.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários