Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação de Bolsonaro
Agência Brasil
Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação de Bolsonaro

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub disse em publicação nas redes sociais que voltará ao Brasil e pediu apoio dos seus seguidores. Ele atualmente ocupa o cargo de diretor-executivo do Banco Mundial , e está morando nos Estados Unidos.

"Eu voltarei ao Brasil", disse, em letras maiúsculas. "Vejo nas redes muitos amigos preocupados com minha segurança física, caso eu ponha os pés em minha Pátria! Podem contar comigo, mas eu preciso do apoio de todos vocês", acrescentou. Ele não disse, porém, quando voltará.

O ex-ministro sofre investigações da Associação de Funcionários do Banco Mundial por espalhar informações falsas durante a pandemia e por fazer campanha política no Brasil. As informações foram publicadas pela Folha de S. Paulo.

Em carta, funcionários do banco dizem que o comportamento de Weintraub é "inaceitável" e questionam se o ex-ministro é compatível com o código de conduta e valores da instituição.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários