Polícia indo até o local denunciado
Reprodução/ Policia Civil de Goiás
Polícia indo até o local denunciado

Nesta terça-feira (02), um homem de 44 anos, foi preso na cidade em que fica próximo a região da Chapada dos Veadeiros , em Goiânia, após ser suspeito de estuprar a própria filha surda e muda . Segundo a vítima, ela tem 22 anos, está grávida e casada, disse que desde de muito jovem sofre com abusos cometidos por ele. As informações foram apuradas pelo Metrópoles.

A jovem conta que, mesmo casada, seu pai se aproveitava de situações em que seu marido saia para trabalhar e ia visitá-la, nesses horas ele cometia os abusos e ainda se apropriava de seu cartão do benefício da Previdência Social.

As autoridades só tomaram conhecimento do caso através da denúncia da ex-parceira do abusador, a mãe da vítima. A mulher de 38 anos, disse que  suspeitava dos abusos cometidos por ele e afirmou já ter encontrado pedaço de papel higiênico com sangue ao lado da cama da filha.

Com isso, a Polícia Civil de Goiás cumpriu dois mandatos de busca e apreensão. Ele foi apreendido pela segunda fase da Operação 1989 , que investiga crimes de cunho sexual na região. Ação leva esse nome pois, foi nesse ano que a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Declaração dos Direitos das Crianças.

O mesmo homem também é suspeito de tentativa de estupro de vulnerável contra a sua enteada de 13 anos. Crime também foi denunciado por ex-parceira, mãe da menina. A delegada Bárbara Buttini investiga o caso na delegacia de Alto Paraíso, também na região da Chapada.

Mulher conta as autoridades que homem havia descomprido uma medida protetiva criada para ela. Portanto, agora ele passa a ser investigado em dois inquéritos, um porque descumpriu uma ordem judicial e outro pela tentativa de estupro de vulnerável, pelo estupro cometido em sua filha surda e muda e pela apropriação dos benefícios de uma pessoa deficiente.

De acordo com a delega responsável pelo caso, o homem foi indiciado pelos crimes cometidos e foi encaminhado para uma unidade prisional da região e está a disposição da Justiça.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários