Rui Costa, governador da Bahia, se emociona ao falar sobre isolamento social na região
Reprodução
Rui Costa, governador da Bahia, se emociona ao falar sobre isolamento social na região

Ao falar sobre a pandemia do novo coronavírus, o governador da Bahia , Rui Costa (PT), se emocionou durante entrevista ao vivo. Em sua fala, ele pede que a população cumpra com as medidas de isolamento e se sensibiliza ao falar de um pai que perdeu sua filha aos 16 anos. As informações foram apuradas pelo Uol. 

O governador inicialmente, começou a falar sobre o lockdown de 48 horas imposto em algumas regiões da Bahia para conter o nível de contaminação. Em seguida, diz sentir inveja de países como Alemanha e China, pois lá considera que as regras de isolamento social são cumpridas. 

"Essa doença não é como o câncer. É uma doença coletiva. Ou a gente vai ter consciência disso ou não nos livraremos dessa doença. Por ser uma doença coletiva, só vamos nos livrar com comportamento coletivo", declarou Rui Costa em entrevista. 

Veja o momento em que ele se emociona no tempo 29 minutos e 50 segundos:

No momento em que pediu para que a população cumpra com os cuidados sanitários, ele se emocionou. 

Você viu?

"Temos que pensar quantas vidas humanas uma bebedeira vale. Quantas vidas humanas você vai ser responsável por ir em uma festa? 'Ah eu tenho direito de ficar bêbado, de encher bares, de ir para paredão'. Seu direito é superior a dor de mães e pais que perderam filhos? Vi hoje um pai chorando porque perdeu filha de 16 anos, então... é isso", ressaltou Rui Costa, começando a chorar. 

Em outro momento, tentou introduzir o assunto sobre o fechamento do comércio, mas novamente se sentiu sensibilizado e pediu desculpas. 

"Não é fácil. É duro você receber mensagem dizendo 'e meu negócio? E minha loja? O que é mais importante: 48 horas de loja funcionando ou vidas humanas? Desculpa", disse Rui, chorando novamente.  

O governador também declarou que "infelizmente o Brasil vai entrar para história dessa pandemia como o país que pior tratou dessa doença". De acordo com Costa, "O Estados Unidos era o pior, mas mudou o presidente e hoje eles estão com 45 milhões de vacinados". 

Segundo os dados divulgados pelo consórcio de imprensa, cerca de 1,9 milhão de pessoas já foram vacinadas com as duas doses aqui no Brasil , o que corresponde a aproximadamente, 0,91% da população. Em torno de 6,5 milhões já tomaram a primeira dose do imunizante, o que vale 3,11% da população. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários