Mãe e padrasto são presos suspeitos de espancar bebê de 1 ano até a morte
Divulgação
Mãe e padrasto são presos suspeitos de espancar bebê de 1 ano até a morte

Mãe e padrasto de um menino de apenas um ano e cinco meses foram presos suspeitos de espancar o bebê até a morte na noite desta quarta-feira (24) em Belo Horizonte, em Minas Gerais.

A Polícia Militar foi acionada por médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) onde a criança deu entrada com vários hematomas pelo corpo. A médica percebeu que ela estava machucada no queixo, crânio, tórax e tinha uma fratura na perna esquerda. Por conta dos ferimentos, a criança não resistiu.

Depoimento

A mãe do bebê, de 19 anos, contou que foi ao centro de Belo Horizonte com seu filho pela manhã e que, por lá, eles foram atacados por um cachorro. Ela ainda disse aos policiais que tentou correr, mas caiu com a criança, porém achou que ele não tinha se ferido e foi para a casa do companheiro. 

O padrasto da criança confirmou a versão da mulher, mas disse que ela contou para ele que o ataque do cachorro havia sido perto da casa onde eles vivem, e não no centro da cidade.

Por causa das contradições nos depoimentos e pelo fato de nenhum dos dois terem demonstraram tristeza, a polícia resolveu prender os suspeitos preventivamente já que, segundo os médicos, há indícios que o menino tenha sido agredido.

O padrasto, suspeito do crime, tem histórico criminal com diversas passagens policiais por tráfico de drogas, roubo, receptação e porte ilegal de arma de fogo. 

O corpo da criança foi levado para o Insituto Médico-Legal (IML) para passar por exames. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários