Para polícia, casa do suspeito seguia rituais da franquia de filmes de terror Jogos Mortais
Divulgação/Polícia Civil do Distrito Federal
Para polícia, casa do suspeito seguia rituais da franquia de filmes de terror Jogos Mortais

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu um homem, de 29 anos, suspeito de armazenar e compartilhar vídeos pornográficos infantojuvenil. Ele foi encontrado na última sexta-feira (12) em uma casa Planaltina , cidade satélite de Brasília.

De acordo com os investigadores, computadores e celulares foram apreendidos em uma casa que, segundo o delegado Giancarlos Zuliani, parecia filme de terror. Os policiais acreditam que o acusado reproduzia os rituais da franquia de filmes de terror Jogos Mortais .

“Por fora, a casa parecia normal, mas, por dentro, é um show tenebroso”, contou Zuliani, chefe da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) , ao Metrópoles

O responsável pelo caso afirmou haver lixo espalhado pela residência e armadilhas que lembram os registros do filme. No banheiro, havia computadores e uma cadeira, além de uma inscrição “HUGON” na parede, imagens parecidas com a da franquia, que possuía um X escrito.

Você viu?

“E chamou a atenção dos investigadores o desalinho habitual que constava na casa. Condições sanitárias precárias e muita sujeira na residência, sendo até difícil imaginar que o indivíduo vivia naquele lugar”, completou.

Operação Coleciona-Dores

A quinta fase da operação Coleciona-Dores foi deflagrada após a investigação apontar uma rede de compartilhamento de gravações de conteúdo pornográfico envolvendo crianças. Na casa do suspeito, a polícia civil também apreendeu um HD externo com o conteúdo ilícito.

De acordo com o delegado, o homem confessou o crime e foi levado para o Centro de Detenção Provisória.

Os investigadores informaram que as investigações continuam e que outra fases deverão ser realizadas com o objetivo de coibir o compartilhamento de pornografia infantil. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários