Ex-prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que estava preso em regime domiciliar por envolvimento no QG da Propina
Valter Campanato/Agência Brasil
Ex-prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que estava preso em regime domiciliar por envolvimento no QG da Propina

O ex-prefeito do Rio, Marcelo Crivella , teve sua  prisão domiciliar revogada nesta sexta-feira (12) pelo ministro Gilmar Mendes , do Supremo Tribunal Federal (STF).

Crivella é investigado por envolvimento no chamado  "QG da Propina", onde, segundo o Ministério Público do Rio, empresários pagavam para ter acesso a contratos e para receber valores que eram devidos pela gestão municipal.

A defesa do ex-prefeito havia entrado com pedido de habeas corpus, que foi negado. Gilmar Mendes decidiu que Crivella, apesar de não precisar mais ficar recluso em domicílio utilizando tornozeleira eletrônica, deverá comparecer periodicamente em juízo, no prazo e nas condiçoes definidas pelo juíz de origem, para informar e justificar suas atividades.

Crivella também está proibido manter contato com os demais investigados por qualquer meio, e proibido de deixar o país.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários