Polícia Rodoviária Federal investiga o caso do foragido há 12 anos
Polícia Rodoviária Federal/Divulgação
Polícia Rodoviária Federal investiga o caso do foragido há 12 anos

Na noite de quarta-feira (10), em Belo Horizonte , na BR-381, em Igarapé, um homem acabou sendo preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após apresentar um documento falso apara se esconder da polícia. Sua esposa e as autoridades descobriram que por 12 anos, o foragido usava uma identidade falsificada. As informações foram apuradas pelo G1. 

De acordo com as informações fornecidas pelas autoridades, o homem, de 38 anos, planejava viajar com sua esposa saindo de Janaúba, no Norte de Minas Gerais e indo para Itanhaém, no litoral de São Paulo. No decorrer da abordagem policial, o homem entregou os documentos de seu sobrinho e em seguida, as autoridades e sua mulher descobriram sobre a farsa que acontecia desde de 2009 .  

Ainda segundo a investigação feita pela polícia, o homem teria fugido da penitenciária de Janaúba, depois de ter cometido o crime de latrocínio . E nesses 12 anos, ele assumiu a personalidade de seu sobrinho que regulava uma idade parecida com a dele. Com isso, ele se mudou para a cidade de São Paulo e conheceu sua esposa, com quem é casado há três anos. 

Os policiais relataram que quando foram contar a situação de que o marido dela já foi preso, que estava foragido e que usava outro nome, a esposa ficou em estado de choque. Disse que estava em Janaúba para visitar a família dele e nunca havia desconfiado, já que a família dele o chama por um apelido. O homem foi apreendido pela Polícia Federal e agora, também responderá por falsificação de documento. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários