Polícia civil acha CPU escondida no andar onde sedia a Riotur
Luiza Moraes
Polícia civil acha CPU escondida no andar onde sedia a Riotur

Policiais civis da Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro ( CIAF ) encontraram uma CPU escondida no forro de um teto do quinto andar da Cidade das Artes, na Barra, Zona Oeste do Rio de Janeiro . Eles integram a equipe responsável pelas investigações de um esquema de cobrança de propinas no governo do ex-prefeito Marcelo Crivella.

Segundo as investigações, Rafael Alves, irmão do ex-presidente da Riotur , Marcelo Alves, usava salas da Cidade das Artes para negociar propinas em troca de contratos e outras irregularidades. A CPU , que tinha uma identificação de patrimônio da prefeitura, estava vazia.

O equipamento foi encontrado na sala onde no governo passado era a sala do então vice-presidente da Riotur, Lucio Macedo. Com a mudança do governo, houve uma reorganização das instalações. Hoje, o quinto andar funciona como sede da Cidade das Artes. A Riotur foi transferida para o quarto andar.

A CPU foi encontrada no fim da tarde de quinta-feira (07) quando equipes de manutenção detectaram um vazamento no forro. Ao remover o gesso, o técnico viu o equipamento escondido. O serviço foi interrompido e a sala isolada até esta segunda-feira.

"Esperamos até a segunda para mobilizarmos uma equipe completa com peritos", disse a delegada Ana Paula Farias.

O delegado Clemente Braune observou que os parafusos da CPU estavam frouxos e nada havia no interior. Eles vão tentar identificar quem era o servidor responsável pelo aparelho, que tinha a plaquetas de identificação raspados

"Não sabemos sequer se esse equipamento é da Riotur ou de outro órgão. A gente agora vai entender o motivo do HD ter sido escondido naquele local", disse Braune.

Apesar de Crivella ja ter deixado de ser prefeito, a investigação continua na coordenadoria porque a Justiça ainda não transferiu o processo para a primeira instância. Essa é a quarta vez que os agentes vão à Cidade das Artes — as outras foram em 2020: 10 de Março, 10 de setembro e 22 de dezembro para cumprir mandados de busca e apreensão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários