.
Domingos Peixoto / Agência O Globo
O prefeito do Rio, Eduardo Paes


No primeiro dia de despachos após ser empossado como prefeito do Rio, Eduardo Paes ainda não deu certeza a respeito do pagamento do décimo terceiro salário dos servidores do município. Segundo o prefeito, não há dinheiro no caixa da prefeitura.

Despachando na sede, Paes afirmou que o secretário de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo, ainda está "tomando pé" das finanças municipais, com possível retorno até segunda-feira, dia 4.

"Que não tem, eu tenho certeza. É muito difícil distribuir contra-cheque e não deixar o dinheiro em conta. A nossa realidade é que o governo Crivella deixou duas folhas de pagamento, o décimo terceiro e a folha de dezembro descobertos. Nós vamos fazer todo o esforço do mundo e o secretário Pedro Paulo deve dar mais detalhes até a segunda-feira. Agora estamos tendo acesso às contas da prefeitura para ver como vai ser esse pagamento. É prioridade absoluta. O fato é que não deixaram qualquer recurso em caixa", afirmou Paes.

No dia 30 de dezembro, o então prefeito em exercício Jorge Felippe (DEM) anunciou o pagamaneto do 13º salário a servidores municipais do Rio, com rendimentos entre R$ 3 mil e R$ 4 mil, na virada de ano. O anúncio foi feito após um repasse de R$ 50 milhões feito pela Câmara de Vereadores ao Poder Executivo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários