Sargento se recusou a colocar máscara e agrediu tenente-coronel
Reprodução
Sargento se recusou a colocar máscara e agrediu tenente-coronel

Um sargento da Polícia Militar à paisana acertou um soco em um tenente-coronel após se recusar a usar máscara. O caso aconteceu em um supermercado no centro de Aracagi, no Ceará, a 150 km da capital Fortaleza.

Na ocasião, a gerência do estabelecimento precisou acionar a polícia porque o sargento se recusava a usar o item de proteção. O tenente-coronel agredido atendia a ocorrência (vejo o vídeo abaixo).

O uso da máscara em espaços públicos e privados é obrigatório no Ceará, conforme lei estadual de 10 de julho de 2020. Caso haja descumprimento, a penalidade pode variar de R$ 100 a R$ 300 para pessoas físicas e chegar a R$ 1.001 para comércios.

Após a confusão, o sargento foi conduzido à Polícia Judiciária Militar, onde foi autuado pela agressão contra o tenente-coronel e agressão física e verbal contra a gerente do supermercado. O sargento está recolhido no Presídio Militar.

A PM disse, em nota, que "não compactua com condutas ilícitas, por isso faz cumprir rigorosamente as normas legais, sem deixar de respeitar, naturalmente, os princípios da inocência, contraditório e ampla defesa".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários