Primas Emilly (de óculos) e Rebecca morreram após serem baleadas em Duque de Caxias.
Reprodução
Primas Emilly (de óculos) e Rebecca morreram após serem baleadas em Duque de Caxias.

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, declarou que irá pedir total transparência nas investigações das mortes de Rebecca Beatriz Rodrigues dos Santos , 7, e Emily Victória Silva dos Santos , 4. As duas meninas foram baleadas enquanto brincavam na porta de casa na última sexta-feira (4). As informações foram dadas pela FolhaPress.

Na última segunda-feira (7), Cláudio Castro recebeu familiares das vítimas.

“[Queremos] transparência total de todos os exames balísticos. Vamos fazer com transparência total para saber de que arma que foi, quem estava apontando. Se foi da parte da polícia , será descoberto; se não foi, a gente vai caçar quem foi”, disse Castro ao pai e à avó de Rebecca.

A família cobra respostas. “A minha filha foi baleada e a gente quer o culpado, é o mínimo. A gente paga imposto pra isso”, disse Maycon Douglas Moreira Santos, pai de Rebecca. “A gente só quer justiça, reparação, só isso, até porque reparação mesmo ninguém vai poder dar. Era minha filha, minha única filha”.

A avó Lidia da Silva Moreira pediu por justiça . “A minha palavra para esta tarde é basta. Basta de matar nossas crianças. Basta de matar nossos jovens. Basta de matar os trabalhadores que saem para trabalhar para buscarem o sustento para suas casas e é alvejado porque alguém passou de moto lá do outro lado e talvez é um bandido, então eu vou atirar. Basta. Chega. A gente está cansado”, disse a mulher.

Em nota, a Polícia Militar afirma que “não houve disparos por parte dos policiais militares”. A corporação também disse que um procedimento de apuração será instaurado e, paralelamente, haverá investigação da Polícia Civil.

Cinco agentes prestaram depoimento e tiveram suas armas apreendidas para realização do confronto balístico . Cinco fuzis e cinco pistolas serão analisados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários