Sobradinho
Divulgação/Polícia Civil
Segundo dona, animais foram comprados pela internet a um custo de R$ 250 cada

Na tarde desta segunda-feira (7), a Polícia Civil do Distrito Federal apreendeu duas cobras da espécie corn snake, de origem norte-americana, que eram criadas ilegalmente por uma universitária de 19 anos na cidade de Sobradinho.

Segundo informações da corporação, a confirmação ocorreu após o recebimento de uma denúncia anônima. Em depoimento, a jovem revelou ter comprado as cobras , que receberam os nomes de Dandara e Cinara, pela internet ainda no início do ano e que pagou R$ 250 por cada uma.

Na casa da suspeita , além de toda um estrutura para a criação ilegal dos animais, os agentes encontraram ratos congelados, que era utilizados como alimentos para os répteis, e uma porção de haxixe.

Após a apreensão, as cobras foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Ibama, para serem avaliadas. Já a universitária foi encaminhada até a delegacia, autuada pelos crimes de porte ilegal de animal silvestre e posse de drogas e depois liberada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários