pf
Divulgação
PF faz operação em combate à exploração sexual infantil

A Polícia Federal fez mais uma operação no Estado do Rio de Janeiro em combate à exploração sexual infantil. Na manhã desta quarta-feira, dia 2, agentes deflagraram a Operação Sextourimus" em Búzios, na Região dos Lagos, e cumpriram um mandado de busca e apreensão de um suspeito, que já vinha sendo monitorado e foi localizado.

Uma investigação da Interpol do Canadá identificou que, desde 2013, ele distribuía arquivos com cenas de abuso sexual infantil em uma rede internacional.

A Interpol achou que ele estava no Canadá, mas as investigações mostraram que os acessos ilícitos partiram do Brasil, e encaminhou as informações às autoridades brasileiras.

A PF então identificou que o suspeito era proprietário de uma empresa de VPN (rede privada virtual) desde 2009, serviço que permite a navegação de forma anônima pela internet.

O homem foi monitorado, localizado e, nesta quarta, foi cumprido um mandado de busca e apreensão, expedido pela 1ª Vara Federal de São Pedro da Aldeia, em sua residência. Com o suspeito, foram apreendidos notebooks e celulares, que serão encaminhados à perícia técnica criminal.

A exploração sexual infantil ocorre através do turismo sexual, do tráfico de crianças, da prostituição infantil e da pornografia infantil. A ação desta quarta-feira decorre de um esforço conjunto de vários países no combate ao crime e em defesa dos direitos humanos. O nome da operação Sextourismus significa turismo sexual em alemão, nacionalidade do investigado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários