covid-19
Gabriel Monteiro / Agência O Globo / Imagem ilustrativa
Número de pacientes da Covid-19 voltou a crescer no Brasil e no mundo

Um paciente que estava com  sintomas do novo coronavírus morreu a caminho do Hospital de Campanha do Riocentro na manhã da segunda-feira (30). A família disse que Nelson Moreira Jorge teve que esperar para conseguir um leito de CTI e que houve atendimento inadequado. As informações são do G1.

Os familiares de Nelson contaram ainda que o teste de detecção da Covid-19 não foi realizado e que ele morreu dentro da ambulância aguardando o atendimento.

Jorge precisou ser socorrido porque estava no Hospital do Andaraí, em um leito que não era voltado para o tratamento intensivo.

“O caso se agravou no sábado e ele foi entubado e ficou no setor de trauma, não foi para o CTI. Nós, como família, questionamos o motivo dele não estar no CTI e nos informaram que está proibido paciente com Covid-19 no tratamento intensivo do Hospital Federal do Andaraí. Meu tio, sem condição nenhuma de uma transferência para outro hospital, foi transferido. A informação que nos deram é que ele veio à óbito dentro da ambulância”, disse a sobrinha de Nelson, Gabriele Freitas, ao G1.

Ao saber do caso, o Ministério da Sáude lamentou a morte do paciente e informo que as normas de assistência foram cumpridas, contradizendo o que os familiares de Nelson afirmaram sobre os motivos da morte.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários