Fila
Fabiano Rocha / Agência O Globo
No Rio, votação no CIEP Ayrton Senna, na Rocinha

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) registrou até o momento 124  ocorrências relacionadas às eleições neste domingo (29), a maioria delas por desobediência à legislação eleitoral. No total, dez eleitores foram presos.

Segundo o último boletim divulgado às 9h, foram registradas 26 ocorrências relacionadas à indicação de desinformação sobre o processo eleitoral, além de notificações sobre casos de boca de urna , compra de votos , concentração de eleitores, entre outros. Houve também cinco apreensões de veículos e uma apreensão de dinheiro.

A ação de monitoramento das eleições é desenvolvida em conjunto pelas forças de segurança, incluindo a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal; além do Ministério da Defesa e do Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ).

De acordo com o TSE, até o momento, das 38,2 milhões de urnas eletrônicas , apenas 194 foram substituídas, o que representa 0,13% do total. Não foi registada nenhuma seção com votação manual.

Policial é preso por boca de urna em São João do Meriti-RJ

Um policial militar foi preso por suspeita de prática de boca de urna em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, onde acontece o segundo turno das Eleições municipais de 2020.

A informação foi confirmada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral ( TRE ) do Rio de Janeiro, o desembargador Cláudio Brandão de Oliveira. O agente foi flagrado com material de campanha , armado e com dinheiro em espécie em frente ao maior ponto de votação da cidade. Ele foi levado pela Polícia Civil para delegacia.

"Houve a prisão de um policial em São de Meriti, está sendo apurado pela polícia. Esse talvez tenha sido o caso mais sério e grave registrado. Nosso Centro de Comando Integrado está fazendo as apurações", afirmou o desembargador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários