Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019
Reprodução: ACidade ON
Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,6 anos em 2019

A expectativa de vida do brasileiro aumentou em três meses em relação a 2018, e o estado onde mais se vive é Santa Catarina, no sul do país. O estado onde se morre mais cedo é o Maranhão. As informações são de um levantamento divulgado nesta quinta-feira (26) pelo IBGE .

Segundo o levantamento, uma pessoa nascida no Brasil em 2019 tinha expectativa de viver, em média, até os 76,6 anos. Em comparação a 2018, isso significa um aumento de três meses, quando a expectativa média nacional era de 76,3 anos.

Esta idade é diferente entre homens e mulheres. Entre eles passou de 72,8 para 73,1 anos, enquanto que, para elas , foi de 79,9 para 80,1 anos.

A maior expectativa de vida em 2019 foi verificada em Santa Catarina, com 79,9 anos, o que representa 3,3 anos acima da média nacional. O Maranhão teve o pior índice, com 71,4 anos.

Espírito Santo tem a melhor taxa de mortalidade infantil

O levantamento abordou também a mortalidade infantil e mostrou que houve um avanço nesse sentido. A mortalidade em crianças menores de 5 anos declinou , de 14,4 por mil em 2018 para 14,0 por mil em 2019.

Segundo o IBGE, a probabilidade de um recém-nascido em 2019 não completar o primeiro ano de vida era de 11,9 para cada mil nascimentos, ficando abaixo da taxa de 2018, que era de 12,4.

Entre os estados do país, a menor taxa de mortalidade infantil foi a do Espírito Santo , com 7,8 por mil habitantes, e a maior , no Amapá , com 22,6 por mil. O Rio de Janeiro aparece em oitavo lugar.

As informações fazem parte da Tábua Completa de Mortalidade para o Brasil – 2019, que apresenta as expectativas de vida às idades exatas até os 80 anos, e são usadas como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário, no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários