Torturada em cárcere, mulher consegue fugir e denuncia namorado
Agência Brasil
Torturada em cárcere, mulher consegue fugir e denuncia namorado

Uma mulher de 34 anos conseguiu fugir do cômodo em que o namorado a mantinha presa e a torturava na cidade de Caratinga, em Minas Gerais, e o denunciou à Polícia Militar nesta segunda-feira (23). O suspeito de 26 anos foi detido logo depois da mulher fazer a denúncia.

Após ir à delegacia, a mulher foi internada e será submetida a uma cirurgia no braço esquerdo, que foi quebrado pelo ex-companheiro em uma das torturas.

Ela disse que não sabe há quanto tempo vivia em condições de tortura, lembrando-se apenas que há dois meses ele ateou fogo em seu corpo provocando queimaduras permanentes na barriga e no pescoço dela.

Ela ainda detalhou que ele a batia com barras de ferro em todo o corpo. Além do braço quebrado, a mulher chegou ao hospital com três costelas danificadas.

Ameaças

De acordo com o depoimento, o companheiro a mantinha em cárcere ameaçando matar pai e filhos dela se ela o deixasse. Há cerca de dois meses, o suspeito despejou álcool no corpo da namorada e ateou fogo sobre ela.

Segundo a PM, deformidades provocadas por queimaduras na região da barriga, do peito e do pescoço são permanentes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários