violencia
Pixabay/Creative Commons
Empresário é preso por torturar mulher e divulgar vídeo na internet

Um empresário de 42 anos foi preso por ameaçar e torturar uma mulher em um quarto do motel na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Após cometer o crime, o homem divulgou o vídeo das agressões nas redes sociais.

Nas imagens, o suspeito acusa a mulher de ser garota de programa e diz se sentir enganado por ela. Ele fica com as mãos no pescoço da esposa durante toda a gravação.

O homem pulou a janela e fugiu do local após os funcionários aparecerem por terem escutado gritos de socorro da mulher. Na fuga, ele levou o celular da vítima com ele.

O caso teria ocorrido há cerca de duas semanas. A esposa pediu uma medida protetiva contra o agressor, mas ele descumpriu a ordem e foi preso pela polícia.

Segundo apuração da Record TV, já existem três inquéritos abertos contra o suspeito por tentativa de feminicídio, pornografia da vingança, crimes cibernéticos e injúria.

A polícia também pode abrir uma investigação por cárcere privado, já que a mulher ficou no quarto por horas contra a sua vontade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários