irajá
Senado Federal
Irajá Filho (PSD-TO)


O senador Irajá Silvestre Filho (PSD-TO) é acusado por uma modelo de tê-la estuprado no último domingo (22), em São Paulo. Um boletim de ocorrência foi registrado pela mulher na madruga desta segunda-feira (23) no 14º Distrito  Policial de Pinheiro. As informações são da CNN Brasil .


Segundo a vítima, Irajá, que é filho da senadora Kátia Abreu - que está com Covid-19 - , o senador foi responsável por dopa-la para então realizar o estupro . A mulher, de 22 anos, diz ter conhecido Irajá em um almoço com um grupo de amigas no Jockey Club de São Paulo, no úlitmo domingo. Logo após, ela e o senador teriam saído juntos para a casa noturna Café de La Musique, acompanhada por mais um amigo dele, onde ela teria sido dopada. Ela declarou à CNN que ao recobrar a memória estava sendo violentada por ele em um flat, no Itaim Bibi.

Consta no depoimento a informação de que a vítima acordou ao ser penetrada pelo senador, que não utilizava preservativo, e dizia frases como: “agora, você é minha” e “estou apaixonado". Ela disse ao delegado responsável pela investigação que ficou com medo de ser agredida e por isso não reagiu ao abuso, mesmo assim ela era impedida de parar a violência para ir ao banheiro ou beber água quando pedia. No depoimento, ela declarou que consguiu se trancar no banheiro e pedir socorro, após dizer que estava passando mal.

Na manhã de hoje, antes de prestar queixa, a garota foi a um hospital para realizar o corpo de delito e confirmar o abuso. A polícia trabalha na investigação para identifica câmeras de segurança do hotel e da casa noturnaque possam ter captado a interação entre a vitima e o agressor. O senador não se manifestou ao ser procurado pela reportagem de CNN Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários