A iniciativa é do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas do Distrito Federal (Sindical).
Divulgação
A iniciativa é do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas do Distrito Federal (Sindical).

Em Brasília , servidores instalaram outdoors contra a aprovação da  Proposta de Emenda Constitucional 32/2020 ( PEC da Reforma Administrativa ), que está em discussão no Congresso Nacional. As informações foram dadas pelo Jornal de Brasília .

Um dos outdoors mostra a imagem de Fabrício Queiroz , ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro.

Queiroz é acusado de organizar o esquema das rachadinhas no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), na época em que o político exercia o mandato de deputado.

“Com a Reforma Administrativa, adeus concurso público”, diz o painel instalado no caminho do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck. A peça também apelida o projeto de “PEC da Rachadinha” .

Você viu?

A iniciativa é do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas do Distrito Federal ( Sindical ). 

“Da forma que está sendo proposta, a reforma vai reduzir direitos dos servidores , piorar a qualidade dos serviços públicos e abrir caminho para a corrupção, como os esquemas de rachadinhas”, defende Jeizon Silverio, presidente da entidade.

”Servidor concursado não divide seu salário com parlamentar e não o participa de lavagem de dinheiro”, afirma. Para Jeizon, Queiroz “é a cara da PEC da Rachadinha” e representa os desvios que a PEC 32 pode trazer se aprovada.

Theófilo Silva, coordenador da campanha, diz que a mobilização segue até que a discussão seja encerrada no Congresso Nacional . “Nossa intenção é aumentar nossa presença nas ruas e nas redes sociais e trazer a população e os servidores públicos para esse debate”, conclui.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários