candidato a vereador
Reprodução WhatsApp / Divulgação
O candidato a vereador Luiz Wanderley Martins Junior (direita) humilhou e filmou um agente de trânsito

O candidato a vereador de Santos, no litoral paulista, Luiz Wanderley Martins Junior (DC) humilhou e gravou um agente de trânsito da Companhia de Engenharia e Tráfego (CET) após uma multa por uso de celular ao volante.

"Mais um bost* da CET aqui, só tá dando multa pras pessoas que estão vindo aqui na avenida portuária, essa bost*. Tá aqui esse irregular, esse trouxa, fica com papel e caneta, não sabe trabalhar. A CET tem que dar apito na mão desses otários. [...] Aí esse otário que tem ali, um p*u no c*, esse otário que fica aqui, ao invés de trabalhar (sic)", disse o candidato a vereador.

O agente tentou se afastar, mas continuou sendo seguido pelo candidato a vereador, que o agredia verbalmente e agia com desacato. O caso aconteceu na tarde deste domingo (25) e viralizou nas redes sociais.

Em entrevista ao G1, o agente de trânsito disse que está em estado de choque com a repercussão do vídeo, que se espalhou principalmente por aplicativos de mensagens.

"Ele se alterou, porque viu que não tinha como voltar atrás [da multa]. Ele disse que eu não sabia quem era ele e começou a me ameaçar. Sacou o celular e começou a gravar. Eu pensei 'bem, ele vai me filmar, vai me xingar e eu vou continuar exercendo minha função'. Ele percebe que não estou prestando atenção e me provoca ainda mais", disse o agente ao G1.

Luiz não irá mais concorrer às eleições devido aos conflitos internos no Democracia Cristã , partido em que estava filiado.

A P refeitura de Santos confirmou a agressão contra o agente de trânsito e um boletim de ocorrência por desacato à autoridade foi registrado no 7ª DP.

    Veja Também

      Mostrar mais