Vídeo do barraco no Leblon viralizou nas redes sociais.
Reprodução de vídeo
Vídeo do barraco no Leblon viralizou nas redes sociais.

O engenheiro de produção Wilton Vacari Filho, de 31 anos, registrou na 14ª DP (Leblon), na manhã desta quarta-feira (30), a suposta injúria que sofreu da arquiteta Aline Cristina Araújo Silva, de 37, depois de uma confusão na Rua Dias Ferreira, na última sexta-feira (25) .

Advogado do engenheiro, Renan Pacheco Canto, disse ao  Globo que seu cliente noticiou todas as " ofensas públicas proferidas contra sua honra e imagem".

O caso ocorreu a poucos metros da delegacia . Ao voltarem para casa de um passeio de lancha na Marina da Glória, Wilton e suas amigas, Priscilla Dornelles e Scheila Danielle Gmack Santiago, passavam em um carro conversível, por volta das 20h, pelo restaurante Togu.

Enquanto dançavam e se beijavam dentro do veículo, eles foram alvos de garrafas atiradas por Aline, que estava com familiares e amigos em uma mesa do bar.

Scheila então desceu do carro e agrediu a arquiteta. O namorado dela ainda lhe arrancou a parte de cima do biquíni . Vídeos que mostram a confusão viralizaram nas redes sociais.

Em seu Instagram, Aline diz ter ficado incomodada com as cenas que presenciou e ter tentado “apagar o fogo” do trio que estava no conversível .

"Nós vivemos em uma sociedade e temos que ter respeito pelo outro", disse ela. "Os três estavam fazendo preliminares, parecendo um filme pornô bem ali na nossa frente, de camarote", completou.

Aline afirmou, ainda, que o fato estava sendo repudiado com xingamentos por "toda a rua".

"A arquiteta fez diversas insinuações , dizendo inclusive que as meninas eram garotas de programa e estavam drogadas. Nós iremos formalizar esse registro porque a honra dele foi publicamente abalada em redes sociais. E isso deve ser reestabelecido, com medidas cíveis e criminais", explicou o advogado.

    Veja Também

      Mostrar mais