dinheiro
Polícia Federal
Prisão de idosos ocorreu no mês de agosto em operação da PF

Primeiro Comando da Capital (PCC) utilizava contas bancárias de crianças menores de 12 anos e de idosos acima de 60 anos para lavar dinheiro de membros presos da facção. A informação, levantada pela força-tarefa que realizou prisões nesta segunda-feira (14), foi divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Segundo o jornal, uma mulher de 82 anos chegou a ser presa no fim de agosto por receber na própria conta dinheiro que teria o bisneto, membro da facção, como destino. Ela teria sido levada à delegacia em Minas Gerais e passado o dia no local até ter a prisão convertida em domiciliar por causa do estado de saúde.

Pelo menos 20 contas em nome de crianças e idosos foram detectadas pela PF. Os depósitos feitos nas contas variavam entre R$ 1 mil e R$ 4 mil mensais. Além de ajudar os integrantes presos, o dinheiro também tinha como destino a compra de alimentos para familiares deles.

Os idosos envolvidos no crime tiveram prisões decretadas e os responsáveis legais pelas crianças também. A pessoa mais velha envolvida nas transações financeiras era uma mulher de 89 anos, que morreu antes das prisões.

    Veja Também

      Mostrar mais