chifres
Receita Federal / Reprodução
Chifres seriam enviados para o exterior

A Receita Federal apreendeu, nesta sexta-feira (11), no Aeroporto do Galeão, três remessas postais contendo 66 chifres de cervo e três crânios com chifres . Os itens foram encontrados pela fiscalização aduaneira, em inspeção não invasiva, por meio de equipamentos de raios X.

A apreenão foi uma ação conjunta entre a seção de Seção de Remessas Postais e Expressas da Alfândega da Receita Federal e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que analisou e classificou o material. Todas as peças foram identificadas como chifres de corças, animais encontrados na Europa e na Ásia. Em dois dos crânios é possível ler os anos, possivelmente, de origem: 1943 e 1926.

O Ibama enquadrou como infrações previstas na Lei nº 9.605/1998 e no Decreto nº 6.514/2008 a realização de atividades utilizadoras de recursos naturais e a importação de subprodutos da fauna silvestre exótica, sem licença do órgão ambiental competente.


    Veja Também

      Mostrar mais