vacina
shutterstock
Reunião sobre efeito adverso de vacina de Oxford aconteceu hoje


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) receberá dados da agência responsável pela regulação de vacinas na Inglaterra para analisar o caso. Os órgãos se reuniram nesta sexta-feira para tratar sobre a  suspensão dos testes da vacina que está sendo produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade Oxford.


De acordo com a Anvisa, a agência britânica enviará dados completos sobre a reação adversa registrada em uma das voluntárias que participava do estudo na Inglaterra. A Anvisa também vai avaliar dados do comitê de segurança que acompanha a produção da vacina no Brasil.

Na última terça-feira, o laboratório que produz a vacina informou o governo brasileiro sobre a suspensão dos testes por questões de segurança.

"O tema foi a suspensão dos testes da vacina após o surgimento de um evento adverso grave em uma voluntária do estudo na Inglaterra. O evento adverso e sua relação com a vacina estão em investigação", afirmou a Anvisa em nota.


Na última quarta-feira, o Ministério da Saúde afirmou que o contrato da Fiocruz com o laboratório inglês AstraZeneca não será alterado devido à suspensão dos testes da vacina contra a Covid-19. De acordo com o secretário executivo da pasta, Élcio Franco, "é muito cedo para fazer qualquer afirmação sobre falhas". Franco afirmou, no entanto, que devido à interrupção o cronograma da vacina é incerto.

    Veja Também

      Mostrar mais