flordelis
Fernando Frazão/Agência Brasil
Por ter imunidade parlamentar, a deputada não pode ser presa, a não ser em flagrante delito


A deputada federal Flordelis (PSD-RJ), acusada de ser a mandante do assassinato do seu marido pastor Anderson , fez um ensaio fotográfico romântico com o companheiro três dias antes dele ser assassinato , no dia 16 de junho de 2019.


O produtor e editor Marco Antônio Ferraz, que dirigiu um filme sobre a vida de Flordelis, declarou em entrevista ao jornal Extra que encontrou o casal três dias antes do crime. Ferraz foi responsável por produzir um ensaio fotográfico para as redes sociais de Anderson e Flordelis.

O casal posou para fotos abraçados e sorridentes em frente ao prédio da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). "Nos encontramos nesse trabalho e três dias depois acordei com a notícia do assassinato. Nem fui ao enterro", disse Ferraz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários