Personal foi morta por vizinhos.
Facebook e TV Tem
Irmã conta que Andressa sonhava em casar na igreja e ter filhos.

Na última quarta-feira (12),  a personal trainer Andressa Serantoni, 28, foi assassinada a facadas por um casal de vizinhos após um desentendimento, em São José do Rio Preto (SP). Ana Luiza Serantoni, irmã da personal, presenciou o crime. As informações são do G1 .

Os vizinhos foram identificados como Joel Fernandes Santos e Sidileide Normanha da Paixão Santos e foram presos preventivamente por homicídio .

Ana Luiza, 18, estava em casa quando escutou Andressa chegar e estacionar a moto. Ela conta que ouviu a irmã perguntar aos vizinhos , que estavam no portão deles com um celular, o motivo pelo qual estava sendo gravada com o aparelho.

A vizinha Sidileide “começou a gritar igual uma louca, perguntando se ela [Andressa] era de uma máfia e não podia ser filmada”, relata Ana Luiza. Quando Andressa demonstrou não estar entendendo, a vizinha foi em direção à vítima .

“A mulher foi indo para cima dela. Eu falei 'Andressa, deixa quieto, deixa filmar'. A mulher já veio cercando minha irmã e disse para o marido 'pega lá para a gente resolver'. Foi tudo muito rápido”, explica a jovem de 18 anos.

Em seguida, Sidileide segurou Andressa e Joel atacou a personal trainer. “Eu conseguia ver ele [Joel] tirando e enfiando a faca muito rápido. A mulher veio tentar me puxar. Eu a empurrei e fechei o portão, mas conseguia ver. A mulher também pegou a faca e começou a esfaquear minha irmã”, conta Ana Luiza.

Depois, a jovem entrou em casa buscando ajuda da família. “A hora que eu voltei, ela [Andressa] já estava morta . Minha irmã trocou duas palavras com o casal e foi morta”.

Ana Luiza conta que o sonho de Andressa era “comprar um carro e construir uma família”, além de casar na igreja. A personal trainer estava noiva e queria ter filho.

“Vai ser muito difícil seguir a vida sem ela, porque ela era a pessoa mais importante da minha vida, sem dúvidas. A gente tinha uma ligação muito forte. Minha mãe está muito abalada. Nós lembramos dela em qualquer coisa que fazemos. Como eu vi a cena, é muito difícil esquecer. Tento pensar nas coisas boas que ela fez, o jeito que ela cuidava de mim”, conclui Ana Luiza.

    Veja Também

      Mostrar mais