Macaco Prego
Divulgação/Polícia Civil
Homem foi preso enquanto tentava negociar macaco-prego.

O traficante de animais silvestres conhecido como “Zé do Bode”, considerado um dos maiores do país, foi preso pela Polícia Civil de São Paulo. A prisão aconteceu durante uma operação realizada na última quarta-feira (12) que flagrou o traficante tentando vender um macaco-prego por R$ 6 mil.

O homem transportava duas caixas com dois macacos-prego. Um outro exemplar da espécie foi encontrado dentro de um carro, junto com oito caixas de transporte vazias. A polícia também apreendeu cheques, máquinas de cartão de crédito e prendeu duas mulheres que estavam dentro do veículo.

De acordo com a Polícia Civil, o grupo traficava diversas espécies, como répteis, aves e macacos. Eles eram trazidos para São Paulo e o traficante divulgava alguns deles em redes sociais. Ele diz que o grupo não explorava a natureza. “Apenas ganhamos dinheiro com animais”, afirmou em uma publicação.

Os macacos-prego apreendidos foram levados para um instituto que combate o tráfico de animais silvestres em São José dos Campos, no interior de São Paulo. O caso foi registrado pela polícia como associação criminosa e venda de animal silvestre sem autorização.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários