homem de camisa laranja
Facebook
Alexandre Fernandes, de 32 anos, desapareceu ao fazer última corrida de aplicativo do dia

O latrocínio do motorista de aplicativo Alexandre Fernandes, de 32 anos, encontrado morto às margens da BR-116 , na cidade de Aquiraz, na Grande Fortaleza após passar dias desaparecido, ocorreu pouco após o anúncio de assalto na última segunda-feira (10).

Segundo o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa, que até o momento prendeu seis suspeitos envolvidos no crime , a vítima teria reagido ao assalto após a entrada do segundo suspeito e sido alvejada por dois tiros.

A polícia do Ceará encontrou os suspeitos depois de descobrir que o som do carro de Alexandre foi vendido em uma loja de ítens automotores de Fortaleza. O dono da loja, identificado apenas como “Vinícius”, foi preso e apontou os outros homens que repassaram o objeto para ele.

A corrida foi solicitada no aplicativo de um dos suspeitos, ainda foragido, com dados falsos. Ele entrou no veículo, solicitou que outro passageiro embarcasse adiante e anunciou o assalto. Alexandre não quis passar para o banco de trás do carro, segundo relatos dos suspeitos, tentou tomar a arma dos suspeitos e foi morto.

Com os suspeitos, foram encontrados um bloqueador de GPS, um celular, dois carros e o revólver usado no crime. As investigações da polícia do Ceará apontam que eles faziam parte de uma rede de desmanche de veículos roubados.


    Leia tudo sobre: aplicativo

    Veja Também

      Mostrar mais