posto policial
Reprodução de vídeo / Contilnet
Homem foi preso em posto policial

O motorista  responsável pelo acidente de trânsito que culminou na morte de uma funcionária de mercado durante um racha na cidade de Rio Branco, no Acre, foi preso pela polícia na tarde deste sábado (15) tentando chegar de carro à capital do estado após desembarcar de um avião na cidade de Porto Velho.

Ícaro José da Silva Pinto foi o segundo suspeito preso por envolvimento na morte de Johnliane de Souza, morta atropelada enquanto ia ao trabalho. O homem, proprietário do veículo BMW que atropelou a mulher, fugiu do local do acidente sem prestar socorro e viajou para a cidade de Fortaleza, no Ceará, após repercussão do caso.

A princípio, a polícia tentou prender Ícaro no aeroporto de Rio Branco, mas o homem, que vinha da cidade de Fortaleza, não desembarcou, seguiu no avião até Porto Velho e tentou ir até a cidade acreana de carro, mas foi preso ao ser interceptado no posto policial de Tucandeira, na divisa dos dois estados.

Ícaro foi preso de forma preventiva, assim como Alan Araújo de Lima, que estava no outro veículo participante do racha. O Ministério Público do Acre investiga, ainda, se os suspeitos teriam ingerido bebida alcoólica antes do acidente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários