homem
Reprodução
Queiroz na varanda de casa, na Taquara, onde cumpre prisão domiciliar

O ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz, preso desde o mês de junho por atrapalhar nas investigações das rachadinhas da Alerj , deixou a prisão domiciliar na manhã desta sexta-feira (14) para realizar exames em um laboratório.

O GLOBO apurou que a saída já estava agendada e foi autorizada pela Justiça do Rio de Janeiro.

A saída de Queiroz da prisão em casa ocorre um dia depois do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, revogar a prisão domiciliar dele e da esposa , Márcia de Aguiar. Embora o ex-assessor possa voltar para a cadeia, a saída desta sexta-feira nada tem a ver com a decisão de ontem e já estava prevista.

Na decisão de 39 páginas, Fischer apontou que existem indícios de que Queiroz e a mulher "supostamente já articulavam e trabalhavam arduamente, em todas as frentes, para impedir a produção de provas e/ou realizar a adulteração/destruição destas".

    Veja Também

      Mostrar mais