Matheus foi vítima de racismo
Redes sociais
Matheus foi vítima de racismo

Um dos policiais que agrediu  um jovem entregador em um shopping na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, é aguardado para depor na 37ª DP (Ilha do Governador) às 14h desta segunda-feira (10).

Segundo o programa Fantástico, da TV Globo, os agentes prestavam apoio de inteligência ao Ilha Plaza Shopping e foram identificados como Diego Alves da Silva, soldado do Batalhão de Choque, de camisa preta nas imagens; e Gabriel Guimarães Sá Izaú, sargento lotado no programa Segurança Presente.

Um jovem, identificado como Matheus Fernandes, 18 anos, foi perseguido e agredido pelos dois homens no Ilha Plaza Shopping na noite de quinta-feira. O entregador foi ao local trocar um relógio que comprou para o Dia dos Pais. A abordagem violenta aconteceu após os agressores suspeitarem de que ele teria roubado o objeto, que possuía nota fiscal.

O Ilha Plaza Shopping afirma em nota o compromisso no combate à atitudes discriminatórias, sejam elas racistas ou relacionadas à qualquer outro tema que carregue o preconceito em sua essência. O shopping manifesta repúdio ao caso ocorrido.

"Qualquer abordagem de violência é injustificável aos nossos olhares e, mesmo antes da total apuração dos fatos, a administração do shopping afastou a empresa de consultoria de segurança contratada. Nesse momento de maior “calor”, pedimos à sociedade civil, órgãos e entidades que aguardem a apuração completa dos fatos para que as medidas necessárias sejam tomadas. Diante de um cenário de racismo estrutural em esfera global, é papel de todos, assim como do Ilha Plaza Shopping, transformar e lutar por um mundo igualitário. Reafirmamos o nosso compromisso em adotar medidas para contribuir com essa luta, que é de toda a sociedade e também nossa", diz a nota.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários