fachin
Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil
PGR continua sem acesso aos dados das forças tarefas dos estados

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, negou, nesta segunda-feira (10), o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para reconsiderar sua decisão de barrar o acesso aos documentos da força tarefa da Lava Jato. Desta forma, a PGR continua sem acesso aos dados das forças tarefas dos estados.

Fachin garantiu que vai levar o recurso da Procuradoria para julgamento no plenário do STF e pediu informações sobre a Operação Lava Jato nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

No recurso negado nesta segunda, a PGR informa que precisa dos dados da operação Lava Jato para saber se existe alguma autoridade com foro privilegiado sendo investigada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários