Danilo sumiu no último dia 21
TV Anhanguera/Reprodução
Danilo sumiu no último dia 21


Um homem de 33 anos foi preso na cidade em Goiás, por suspeita de  matar o próprio enteado, de 7 anos, afogado a poucos metros da casa onde morava com ele e a esposa na cidade de Goiânia.

Segundo investigações policiais, Reginaldo Lima Santos, que trabalha como catador de recicláveis, teria contado com a ajuda do servente de pedreiro Hian Alves de Oliveira, de 18 anos, para dar pauladas em Danilo Sousa e segurar a cabeça do menino contra o lamaçal onde o corpo foi encontrado .

Ele teria prometido uma moto e um carro como pagamento do crime para Hian, que afirmou à polícia ter ajudado a segurar a criança durante pauladas e ter saído do local em seguida, deixando Danilo ainda vivo e sozinho com o padrasto.

O crime teria sido motivado porque Reginaldo não aceitava a convivência com Danilo e o irmão mais velho dele, que seriam filhos de outro casamento da mãe do menino. Ao todo, seis crianças viviam na casa da família, quatro delas fruto da relação de Reginaldo com a esposa.

Relembre o caso

Danilo desapareceu durante uma caminhada entre a própria casa e a casa da avó, que morava um quarteirão atrás dele. Após quase uma semana, o corpo dele foi encontrado a cerca de 100 metros de onde morava, com sinais de violência e afogado propositalmente na lama.

O padrasto e a mãe do menino foram presos de forma preventiva por abandono de incapaz, mas a prisão de Reginaldo Lima Santos, que se tornou principal suspeito do crime, foi transformada em temporária.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários