Policial falso
Reprodução/Google Street View
Caso aconteceu na região nordeste de Belo Horizonte.

Um homem que fingia ser um policial civil para militares e para sua própria mulher foi preso em Belo Horizonte, em Minas Gerais . Ele foi descoberto depois de uma briga de trânsito na qual ameaçou outro motorista.

Ao ser abordado por policiais militares, o homem disse ser um servidor da corporação e teria apresentado uma carteira de couro com o brasão da Polícia Civil. Os policiais pediram a carteira funcional e o suspeito mostrou um papel que imitava o documento. A mulher dele, que estava no passageiro do veículo, confirmou a versão do marido.

Depois de um tempo, ele disse que trabalha em um jornal e que agia como informante para a Polícia, atuando com delegados da corporação. O veículo foi revistado e os policiais encontraram adesivos da corporação e uma réplica de arma de fogo.

A mulher disse que não sabia que o esposo fingia ser agente da polícia e permitiu que os policiais entrassem em sua residência. Lá, foram encontrados um bloco de auto infração de trânsito e adesivos da corporação.

O homem foi preso por falsidade ideológica e foi conduzi para a Central de Flagrantes (Ceflan).

    Veja Também

      Mostrar mais