Moraes
Agência Brasil
Ministro Alexandre de Moraes, do STF

Após uma semana conflituosa entre o Facebook e o ministro do Supremo Tribunal Federal , Alexandre de Moraes, a rede social determinou que irá bloquear perfis de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que atuam fora do país no inquérito das fake news.

“O Facebook havia cumprido com a ordem de bloquear as contas no Brasil ao restringir a visualização das páginas e perfis a partir de endereços IP no país. Isso significa que pessoas com endereço IP no Brasil não conseguiam ver os conteúdos mesmo que os alvos da ordem judicial tivessem alterado sua localização IP.”, diz a rede social, em nota.

Segundo o Facebook, a decisão do STF é “extrema, representando riscos à liberdade de expressão fora da jurisdição brasileira”. Ainda ontem (31), Alexandre de Moraes multou o Facebook em R$ 1,9 milhão pelo descumprimento da decisão. O presidente do Facebook no Brasil, Conrado Lester, foi intimado a prestar esclarecimentos. 

A determinação de Moraes ainda prevê multa de R$ 100 mil diários caso a rede social descumpra a ordem de bloqueio de contas bolsonaristas. O Facebook vai recorrer ao próprio STF para derrubar a decisão de Moraes.

    Veja Também

      Mostrar mais