Banhistas em praia da Zona Sul do Rio
Reprodução/Globonews
Banhistas em praia da Zona Sul do Rio

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella , anunciou nesta sexta-feira (31) a entrada da cidade na quinta e penúltima fase da flexibilização das medidas de isolamento social do município, que sofre com a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) desde março. Crivella antecipou a liberação do banho de mar nas praias, mas ainda não permitiu a permanência na areia da orla.

Na nova etapa, os bares e restaurantes passam a poder funcionar até 1h da manhã, e shoppings podem abrir às 10h e fechar às 22h, como acontecia normalmente. Na areia das praias, continua permitida apenas a prática de esportes individuais, mas o banho de mar voltou a ser permitido para os cariocas e turistas. Apesar de a curtição na areia estar proibida, no entanto, o município também anunciou a volta dos ambulantes de praia: que podem vender seus produtos entre 7h da manhã e 18h. Nos hotéis, piscinas e saunas também poderão voltar a funcionar.

"Os indicadores de saúde se mostram favoraveis para a reabertura", comentou o fiscal da Vigilância Sanitária Flávio Graça, que no mês passado passou por um episódio com dois frequentadores de um bar na Barra da Tijuca que o xingaram durante uma vistoria.

Onde também há novidade é nos pontos turísticos: eles agora podem receber até 50% de sua capacidade. Como já havia sido anunciado anteriormente, a volta das aulas presenciais no ensino privado passam também a ser permitidas de forma voluntária no 4º, 5º, 8º e 9º ano, cursos e atividades extracurriculares.

As novas regras passam a valer a partir da meia-noite deste sábado (1º).

    Veja Também

      Mostrar mais