Cemitério do Caju%2C no Rio
Gabriel Monteiro/Agência O Globo
Cemitério do Caju, no Rio

201 mulheres morreram de Covid-19 durante a gestação ou no pós-parto nos últimos meses. Ao todo, são ao menos 1.860 casos do novo coronavírus (Sars-coV-2) notificados nesse grupo de mulheres até o último dia 14 de julho.

Os números são do Sivep-Gripe (Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe) e estão sendo compilados por um grupo de obstetras e enfermeiras de 12 universidades e instituições públicas, entre elas, Fiocruz , USP, Unicamp e Unesp, que acompanha a mortalidade materna durante a pandemia de Covid-19 .

Morte materna é um evento sentinela, ou seja, indicador da qualidade de saúde oferecida num país. Por ano, o Brasil registra cerca de 60 mortes de mulheres grávidas ou no pós-parto por 100 mil nascimentos de bebês vivos, uma taxa considerada alta. Portugal e Argentina têm 8 e 39 mortes por 100 mil, respectivamente.

O número de mortes durante a pandemia ainda é parcial, mas os pesquisadores já estimam um salto sem precedentes na taxa de mortalidade materna brasileira de 2020. Em 2009, a gripe suína foi responsável por
57 mortes maternas. Com informações da Folha de S. Paulo .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários