Na última sexta-feira (24), um corpo esquartejado de uma mulher foi encontrado esquartejada e sem cabeça dentro de uma mala em um terreno no bairro de Canaã, na região norte de Belo Horizonte.

iml
Roberto Casimiro/Fotoarena/Agência O Globo
Corpo foi levado ao IML da cidade


E o principal suspeito de ter cometido o crime, é o filho dela, de 30 anos. A mulher se chamava Rizomar Ribeiro da Silva Ferreira e tinha 53 anos.

Procurando o suspeito 

De acordo com a polícia que está investigando o caso, uma carta do suspeito foi encontrada dentro da mala junto com outros objetos. Os policiais então foram até o endereço que o homem morava, no bairro de Asteca, em Santa Luzia, na região metropolitana da capital mineira.


Mas, ele não foi encontrado na residência e os vizinhos do suspeitos indicaram as autoridades onde a mãe dele morava, nas proximidades do bairro, mas ele também não estava mais lá. A polícia conseguiu acesso às imagens das câmeras de segurança de estabelecimentos na região em que o corpo foi encontrado e as imagens mostravam uma Saveiro deixando a mala, no bairro de Canaã.

O dono do veículo confirmou que esteve lá, entretanto, foi um carreto solicitado por um homem que morava no mesmo bairro da mulher morta. As fontes policiais afirmaram que o suspeito parecia estar drogado ou ser portador de alguma doença mental.

Quando a polícia chegou no local, o homem aparentava estar confuso e dizia que foi fazer uma viagem. Os familiares de Rizomar reconheceram as roupas, os objetos e a mala encontrada no local.

Na casa da mulher morta, a polícia também encontrou vestígios de sangue, mas, conforme a polícia disse, a situação da casa só poderia ser verificada após a chegada da perícia.

A Polícia Civil dará uma coletiva nesse sábado (25) para apresentar o suspeito do crime e dar mais detalhes sobre o ocorrido.

    Veja Também

      Mostrar mais