carro passando por pessoas
Câmeras de Segurança/Reprodução
Atropelamento ocorreu na Zona Oeste do Rio

Um amigo de Sérgio Tiago Faria, de 34 anos —  motorista do carro que atropelou cinco pessoas na comunidade da Tijuquinha, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio, na noite do último domingo  (19) — admitiu à polícia que os dois beberam antes do acidente. Sérgio perdeu o controle do seu carro e atingiu clientes de uma barraca de lanches. Uma das vítimas, Raiane Galdino de França, de 20 anos, perdeu a perna direita no atropelamento.

O exame de alcoolemia feito em Sérgio deu negativo. No entanto, além do depoimento de seu amigo, que estava no carro, foram encontradas latas de cerveja no HB20 branco. Sérgio foi preso em flagrante pelo crime. .Na terça-feira, o juiz Rafael Cavalcanti Cruz, da 41ª Vara Criminal do Rio, converteu a prisão em preventiva. O magistrado afirmou, na decisão, que o restabelecimento da liberdade do acusado “gera ofensa à ordem pública, assim considerado o sentimento de segurança, prometido constitucionalmente, como garantia dos demais direitos dos cidadãos”.Além disso, o juiz argumento que o acusado, que é de São Paulo, não demonstrou no processo seu vínculo com o local da infração.

Imagem de câmeras de segurança mostraram o momento em que o motorista perde o controle do veículo que dirigia, um HB20 branco. O carro passa em alta velocidade pela Estrada da Barra da Tijuca e primeiro acerta uma lata de lixo e um cone de sinalização. Um homem de camisa vermelha que estava ao lado de uma barraca de lanches também é atingido.

Pelas imagens feitas por uma segunda câmera, é possível ver quando o homem atropela Raiane, que estava de casaco verde e short jeans. A jovem foi lançada a uma distância de cerca de 6 metros do veículo.

O jornal Extra não conseguiu contato com a defesa de Sérgio Tiago. Na 16ª DP, o acusado optou por não prestar depoimento.

    Veja Também

      Mostrar mais