General Braga Netto
Agência Brasil
Homem que indicou filha de Braga Netto é irmão de assistente do ministro.

Depois de receber o aval da Casa Civil, Isabela Braga Netto , filha do ministro-chefe da pasta, general Walter Braga Netto, desistiu de assumir um cargo na Agência Nacional de Saúde (ANS) com um salário mensal de R$13 mil. A decisão aconteceu depois de acusações de nepotismo cruzado na contratação.

A informação foi confirmada por Rodrigo Rodrigues Aguiar, diretor de Desenvolvimento Setorial da ANS, que seria chefe de Isabela na agência.  O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências) cobrou explicações sobre a contratação da filha do ministro.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a contratação de Isabela iria acontecer após indicação de Daniel Meirelles Fernandes Pereira, diretor adjunto de Desenvolvimento Setorial. Ele é irmão de Thiago Meirelles Pereira, um dos auxiliares de Braga Netto na Casa Civil.

Na última segunda-feira (20), a Casa Civil deu aval para que Isabela fosse contratada para o cargo. Tal autorização se deve à natureza do cargo.

O que é nepotismo cruzado?

De acordo com a definição do Supremo Tribunal Federal (STF), nepotismo cruzado acontece quando agentes públicos empregam parentes um do outro visando vantagem política ou utilizando a nomeação como moeda de troca.

    Veja Também

      Mostrar mais