Escolas vazia devido à pandemia da Covid-19
A Gazeta
Escolas vazia devido à pandemia da Covid-19

Após o Ministério da Educação (MEC) divulgar as diretrizes para retomada das aulas presenciais, pelo menos nove estados e o Distrito Federal refletem sobre o retorno na rede pública nos próximos dois meses.

Caso siga as previsões, Tocantins deve ser o primeiro estado a voltar com as aulas presenciais , ainda no início de agosto. Todavia, a capital do estado não acompanhará o calendário do governo estadual e já disse que em agosto, ainda terão aulas remotas.

Além dos estados, as prefeituras de oito capitais anunciaram planos independentes de retomada. Entre as capitais, Cuiabá, Curitiba e Macapá planejam a volta para o mês que vem, mas ainda não têm uma data certa.

Voltam em agosto:

  • Maranhão: 10 de agosto
  • Rondônia: agosto, sem dia definido
  • Tocantins: 3 de agosto
  • Rio Grande do Norte: 17 de agosto
  • Distrito Federal: 31 de agosto

Voltam em setembro:

  • Acre: 8 de setembro
  • Santa Catarina: 8 de setembro
  • São Paulo: 8 de setembro
  • Piauí: 22 de setembro.
  • Paraná: Setembro, sem dia definido

O Rio de Janeiro na equação

O prefeito Marcelo Crivella durante coletiva de imprensa
Hermes de Paula / Agência O Globo
O prefeito Marcelo Crivella durante coletiva de imprensa

Na última segunda-feira (20), o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) informou que representantes de escolas privadas pretendem retomar as aulas presenciais, de forma voluntária, no dia 3 de agosto. Os detalhes sobre a retomada das atividades serão divulgados nesta terça-feira (21).

Em resposta, a Fiocruz divulgou um documento dizendo que considera “prematura” a volta às aulas no Rio. “Diante da possibilidade de possível recrudescimento de casos e óbitos no município do Rio de Janeiro, ainda parece prematuro a abertura das escolas, no atual momento da pandemia pelo SARS-CoV2”, disse a fundação.

Após isso, a prefeitura do Rio informou que a data de volta às aulas do ensino público ainda não foi definida e que as escolas municipais estão com atividades suspensas até o dia 3 de agosto.

As aulas presenciais estão suspensas no Brasil desde março em escolas, centros educacionais e universidades por causa da pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2). As informações são do G1 .

    Veja Também

      Mostrar mais