Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro
Carlos Magno
Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel , anunciou na tarde desta sexta-feira (17) que vai encerrar temporariamente as atividades dos hospitais de campanha do Maracanã e de São Gonçalo. A interrupção, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, ocorre após o fim do contrato do governo carioca com a Organização Social Iabas, que administrava as unidades.

Desde o início da pandemia da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), o estado tinha prometida sete hospitais de campanha para combater a doença. As duas unidades que estão sendo fechadas, no entanto, são as únicas que foram entregues. Os pacientes que estavam sendo tratados nesses locais já começaram a ser transferidos.

Ainda de acordo com a pasta estadual da Saúde, a interrupção das atividades é "preventiva". A justificativa foi que o governo foi informado do término do vínculo com a Iabas somente na terça-feira (14) e a manutenção dos pacientes nos hospitais poderia ser prejudicial.

Apesar de garantir que o fechamento é "temporário", o governo de Witzel não informa a previsão de reabertura das unidades. O comunicado diz apenas que os pacientes não serão prejudicados.

Na manhã desta sexta, profissionais da unidade do Maracanã foram pegos de surpresa com a notícia ao chegar ao local. Os funcionários voltaram a fazer um protesto por conta de salários atrasados, repetindo o que já havia sido feito ontem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários