menina de cabelo liso e óculos
Redes sociais
Isabele foi atingida por tiro acidental

A menina de 14 anos que matou a melhor amiga com um tiro acidental na cidade de Cuiabá, no Mato Grosso , no último domingo (12) afirmou à polícia que estava guardando a arma no primeiro andar da casa onde morava a pedido do pai, um atirador esportivo que estaria analisando a arma para comprá-la.

O pai da garota, Marcelo Martins Cestari, de 46 anos, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo por não ter registro de duas das sete armas encontradas na casa dele. Ele pagou fiança de R$ 1 mil e foi liberado em seguida, mas a Justiça determinou que o valor da fiança, considerado como "irrisório", subisse para R$ 290 mil.

Segundo a defesa do empresário, Marcelo não tinha o registro da pistola 380 que causou a morte de Isabele Guimarães Ramos porque ele estava testando a arma para tentar comprá-la do sogro.

Isabele foi atingida com um tiro acidental na cabeça dentro da casa da melhor amiga e morreu no banheiro da residência, antes da chegada do socorro. O corpo dela foi enterrado na cidade de Cuiabá nesta terça-feira (14), dois dias após o crime.

    Veja Também

      Mostrar mais