homem sorrindo
Reprodução/Facebook
O prefeito de Granjeiro (Ceará), João Gregório Neto (PL), foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira (24)

O atual prefeito da cidade de Granjeiro, no interior do Ceará, Ticiano da Fonseca Félix, foi preso nesta quarta-feira (15) por suspeita de envolvimento na  morte do ex-gestor da cidade, João Gregório Neto. Além de Ticiano, o pai dele, Vicente Félix de Sousa, e um policial de identidade não revelada também foram presos. O atual prefeito, que era vice na época do crime, teria participado da morte para poder tomar o cargo de João Gregório.

O crime foi registrado em dezembro de 2019, quando João Gregório foi assassinado a tiros durante uma caminhada às margens de um açude. A operação que prendeu o prefeito, o pai dele e o policial também prendeu outras sete pessoas de forma preventiva.

Além dos mandados de prisão, outros 15 mandados de busca e apreensão são cumpridos em quatro cidades do Ceará e em uma cidade do Sertão de Pernambuco. O prefeito preso foi afastado do cargo.

    Veja Também

      Mostrar mais