Regiane tinha 37 anos
Redes sociais / Regiane Terezinha Miranda
Regiane tinha 37 anos

Membro de um programa para proteger vítimas de violência doméstica no estado de Santa Catarina, uma sargento da Polícia Militar identificada como Regiane Terezinha Miranda, de 37 anos, foi vítima de feminicídio na última segunda-feira (13) na cidade de Forquilha, no sul do estado.

Regiane era membro da polícia de SC desde 2004 e passou a integrar a equipe da Rede Catarina de Proteção à Mulher, projeto lançado há pouco menos de um ano pelo governo do estado.

O ex-marido de Regiane, principal suspeito do crime, é ex-policial militar, teria se mudado para o estado do Rio Grande do Sul após passar em um concurso e não aceitava a separação. Ele cometeu suicídio em seguida.

A vítima deixou dois filhos, de três e sete anos de idade. O corpo dela foi velado na cidade de Forquilha e enterrado nesta quarta-feira (15).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários