Wilson Witzel
Eliane Carvalho
Governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel é acusado de crimes contra a saúde durante a pandemia

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro retomou o andamento do processo de impeachment contra o governado do estado, Wilson Witzel. No mês passado, a defesa de Witzel havia pedido a suspenção dos prazos, mas agora a Alerj vai voltar a julgar o processo de impedimento.

A defesa de Wilson Witzel havia declarado que a denúncia apresentada precisava de mais documentos para fundamentar a acusação. No entanto, a comissão que apura as dunúncias - que são sobre supostas irregularidades em contratações durante o estado de emergência decretado pela pandemia de Covid-19 - concordou que o processo já conta com a documentação necessária para prosseguir.

O governador foi notificado, por meio do Diário Oficial, e, a partir desta terça-feira (7), começará a contar o período em que ele terá 10 sessões plenárias para apresentar a sua defesa à assembleia.

    Veja Também

      Mostrar mais