foto
Divulgação
Ele está preso desde o dia 18 de junho


O ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, preso em Bangu 8, no Rio,  presta depoimento  nesta quinta-feira (02) ao Ministério Público Federal (MPF)sobre o suposto vazamento do relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras que integrava as investigações da Operação Furna da Onça e apontava sua movimentação atípica de R$ 1,2 milhão .


O procedimento investiga as acusações do empresário Paulo Marinho de que assessores de Flávio receberam as informações e, por isso, Queiroz e sua filha Nathália, assessora de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados à época, foram exonerados em outubro de 2018. Ele está preso desde o dia 18 de junho por determinação da 27ª Vara Criminal do Rio no caso das "rachadinhas" no gabinete de Flávio Bolsonaro.

Na segunda-feira, Queiroz prestou depoimento à PF e negou saber informações sobre vazamento. Ele disse que deixou o gabinete de Flávio porque estava cansado de ser assessor político.

    Veja Também

      Mostrar mais