iris rezende, prefeito de goiânia
Divulgação/Prefeitura de Goiânia
Iris Rezende afirma que governos municipal e estadual trabalham alinhados


A partir de amanhã (1º), o município de Goiânia voltará a fechar o comércio e serviços não essenciais por 14 dias. Medida foi tomada após decreto do governo do estado para que sistema de saúde não chegue a colapso. Estado do Paraná também afirmou hoje (30) que isolamento será reforçado em regiões mais afetadas .



"Estamos trabalhando juntos, reforçando o sistema de saúde, conversando os representantes sociedade civil e tomando medidas uniformes para proteger a vida de todos", afirmou Iris Rezende (MDB), prefeito de Goiânia.

O comércio reabrirá apenas no próximo dia 13 e seguirá modelo alternado de isolamento social . Isso significa que isolamento deve ser mais restrito e afrouxado a cada 14 dias

Goiânia emitiu nota em que afirma que o modelo foi levado em conta após estudo da Universidade Federal de Goiás (UFG), que alerta para a ocupação máxima de leitos de UTI e enfermaria “caso não haja aumento do isolamento social".

A cidade acatou multa para pessoas que não utilizarem máscara, estimada em R$ 627,38.

    Veja Também

      Mostrar mais